Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

04/11/2021

Nova fase do Open Banking: clientes poderão comprar em lojas virtuais com o PIX sem precisar abrir o aplicativo do banco

Medida beneficia comércio, que poderá ter mais rotatividade no estoque, bem como menos abandono do carrinho – comum com pagamentos via boleto

Ajustar texto: A+A-

Nova fase do Open Banking: clientes poderão comprar em lojas virtuais com o PIX sem precisar abrir o aplicativo do banco

Terceira fase também prevê o encaminhamento de propostas de empréstimos a partir de março
(Arte: TUTU)

Agora em sua terceira fase, o Open Banking está implementando um novo serviço: o compartilhamento de dados nas transações realizadas pela internet via PIX, por meio das iniciadoras de pagamento (empresas autorizadas a intermediar transferências entre contas de bancos diferentes). Com isso, será possível efetuar a quitação via PIX em sites de e-commerce sem ter que acessar o aplicativo do banco. O consumidor irá apenas autorizar o débito solicitado em conta corrente. A funcionalidade passou a vigorar no fim de outubro. Saiba o que é Open Banking e como vai impactar as empresas.

Desta forma, quando for escolher o pagamento via PIX, o consumidor precisará informar somente a chave de identificação que já utiliza normalmente – como CPF, telefone ou e-mail –, diretamente no site do comércio eletrônico. Em seguida, o banco emite um comunicado, via mensagem, com todos os detalhes da compra para o correntista, solicitando o seu consentimento para a transação. Após a confirmação, o pagamento será realizado. 

Por enquanto, o sistema funciona com usuários selecionados pelas instituições financeiras. A partir de dezembro, a ferramenta será disponibilizada para todos os clientes, em período integral, mas com limite de até R$ 1 mil. A partir de 17 de fevereiro de 2022, a funcionalidade não terá restrição de valor. 

Veja também
Open Banking busca aumentar a competitividade no setor bancário, diz chefe de divisão do BC
Segunda etapa do Open Banking pode ter impacto positivo para as redes varejistas
FecomercioSP comemora veto a projeto de lei que puniria e-commerce por produtos não disponíveis em estoque
FecomercioSP envia ao Banco Central proposta de aprimoramento do “open banking”

A terceira fase do Open Banking também prevê o encaminhamento de propostas de crédito a partir de março. Na modalidade, os clientes poderão solicitar, em ambiente eletrônico, propostas de empréstimos e financiamentos a várias instituições ao mesmo tempo, ficando mais fácil comparar taxas, prazos e outras condições. 

Além disso, a nova fase contempla apenas a forma de pagamento PIX, mas a previsão do Banco Central (Bacen) é de que outros modelos sejam incorporados no sistema financeiro, gerando um ambiente competitivo para a oferta de melhores produtos e serviços e com redução de taxas. Para 2022, está prevista a iniciação de pagamentos para outros arranjos, como a Transferência Eletrônica Disponível (TED). 

Benefícios para o comércio eletrônico 

Na prática, a nova etapa do Open Banking possibilita que clientes façam compras em lojas virtuais com o PIX sem precisar abrir o aplicativo da instituição. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São (FecomercioSP) sinaliza que a medida impacta a experiência de compra do consumidor, considerando a agilidade no pagamento, já que, para efetuá-lo, basta digitar a chave PIX e confirmar as informações. 

O Open Banking permite também que os dados dos clientes fiquem armazenados para as próximas compras, mas sempre com o seu consentimento e com finalidade clara. Além disso, a empresa pode oferecer descontos diferenciados àqueles que realizarem o pagamento via PIX. 

Outro ponto positivo é que, para o comércio eletrônico, há menos chance de o estoque ficar parado até o pagamento do boleto ser compensado. No decorrer do tempo, a expectativa é de que o prazo de entrega seja menor, considerando a instantaneidade da modalidade. 

Além disso, a quitação via PIX reduz o abandono do carrinho de compras, já que o valor da compra entra em conta instantaneamente e não corre o risco de o cliente esquecer de pagar o boleto – e a empresa deixar de vender a mercadoria para outro consumidor. A possibilidade do Open Banking com a modalidade do PIX melhora o fluxo de caixa da empresa, e, com a chegada do Natal, pode ser uma grande oportunidade para que a empresa possa dispor de recursos das vendas de forma instantânea. 

Segurança 

O Bacen informa que as instituições participantes devem obedecer às regras estabelecidas pelo próprio e pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), como a responsabilidade pelo compartilhamento dos dados e outras ações obrigatórias nos procedimentos do serviço. 

Ainda assim, os usuários precisam se atentar aos detalhes de cada consentimento antes de autorizar o compartilhamento das informações, observando quem irá receber os dados, além do prazo e da finalidade. Vale lembrar que o consentimento e a confirmação do pagamento ocorrem via aplicativo ou sites oficiais, e não por contato telefônico do banco.