Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Imprensa

28/12/2014

Sondagem da FecomercioSP mostra percepção de vendas praticamente estáveis pelo comércio no Natal

Ajustar texto: A+A-

São Paulo, 29 de dezembro de 2014 - A percepção do comerciante paulistano foi de vendas praticamente estáveis neste Natal, constatou sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Levantamento realizado com 125 empresas do setor na capital paulista, entre os dias 23 e 26 de dezembro, mostrou perspectiva de baixa de 0,4% nas vendas, em relação ao ano passado. Em 2013, a sondagem relevou perspectiva de alta de 1,5% nas vendas.

De acordo com a assessoria econômica da Entidade, os dados são reflexos da queda de confiança do consumidor ao longo de 2014, somado ao baixo crescimento da massa real de salários, que reduz o peso do 13º salário no consumo.

Nas vendas de Natal, a percepção de empresários do setor de duráveis foi de crescimento médio de 0,1% nas vendas. Em contrapartida, a avaliação para o segmento de semiduráveis foi de queda de 1,4% - resultado aposto ao apresentado nos dois anos anteriores, devido à fraca base de comparação.

Neste ano, as compras com cartão de crédito seguiram como a principal forma de pagamento utilizada pelos consumidores, com 62% do total, seguido por 36% à vista, apontaram os entrevistados. Para incrementar as vendas de Natal, 43% dos varejistas disseram ter realizado algum tipo de promoção no período.

Durante o período, a sondagem mostrou que 31% dos comerciantes afirmaram ter contratado temporários, parcela superior aos 29% de um ano antes. A maioria, neste ano, comentou ter contratado de um a dois temporários. Entre os varejistas que recorreram à estratégia, 77% indicaram que costumam efetivar parte dos colaboradores contratados no período.

Fechar (X)