Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Para acessar todo o conteúdo dessa página (imagens, infográficos, tabelas), por favor, sugerimos que desabilite o recurso.

Negócios

10/12/2021

Produtividade e empoderamento: indústria 4.0 precisa ser “traduzida” para quem está na linha de frente das fábricas

Canal UM BRASIL entrevista Igor Marinelli, fundador e coCEO da TRACTIAN, startup que auxilia na manutenção “preventiva” industrial

Ajustar texto: A+A-

Produtividade e empoderamento: indústria 4.0 precisa ser “traduzida” para quem está na linha de frente das fábricas

Pequenas e médias indústrias movem o PIB do País, o CEO afirma
(Foto: Divulgação)

“Não adianta falar em indústria 4.0 sem destrinchar o que isso significa de fato para quem está na linha de frente das fábricas. ‘Falar a mesma língua’ é permitir o empoderamento. Mais do que para gestores e diretores, as soluções industriais precisam funcionar para as pessoas da operação.” A afirmação é de Igor Marinelli, fundador e coCEO da TRACTIAN, startup que tem como objetivo descomplicar a manutenção “preventiva” e sinalizar quando máquinas industriais estão prestes a falhar, com base nos padrões sonoros e vibrações que emitem. 

Segundo Marinelli, haverá um crescimento industrial nos próximos anos, inclusive da área de manutenção, e é preciso repensar o perfil de quem trabalha no segmento: este profissional não é aquele que “aperta parafuso” somente, mas alguém que vai gastar 90% do tempo analisando dados e máquinas, tomando decisões e organizando rotinas. 

Veja mais entrevistas do UM BRASIL
Ambiente digital ainda é pouco aproveitado por pequenos empreendedores
Empresa estará “fora do jogo” se não der importância ao social do ESG
Mais do que vendas, mundo digital permite que empresas criem laços com consumidores

Marinelli explica que a profissão de “manutentor” é uma das que mais crescem em demanda industrial, principalmente em um ambiente em que há mais automação e robotização, o que requer um olhar atento do funcionamento de motores e geradores. 

“Atualmente, há, no Brasil, mais de 450 mil plantas industriais. As pequenas e médias indústrias movem o PIB [Produto Interno Bruto] do País, representando mais de 80% do total”, sinaliza, explicando que a TRACTIAN foca em treinar e capacitar o pequeno e o médio, com cursos para técnicos e a meta de empoderá-los a fim de tomar decisões. 

A entrevista faz parte da série UM BRASIL e BRASA EuroLeads – um novo olhar sobre o Brasil, com apoio da Revista Problemas Brasileiros (PB) e realização da FecomercioSP.

Fechar (X)